Quarta-feira, 21 de Novembro de 2007
15 minutos essenciais...
Todos os dias tenho, com o meu RUCA, 15 minutos únicos…
Antes de se deixar cair no seu soninho, o RUCA passa os últimos 15 minutos do seu estafante dia, abraçado a mim. Com muitos beijos, abraços e juras de amor eterno de mãe e filho. O mundo pára…pára…pára  realmente.  
Todos os momentos com ele são especiais, mas aqueles minutos são mágicos. Posso ter gritado com ele há meia hora atrás, se calhar até lá foi a palmada ao rabo, se calhar até chorou e chamou-me de má. Quando se aninha na minha cama, ao meu lado, vencido…envolvemo-nos numa ternura de troca de beijinhos no nariz, nos olhos, onde calha ( menos na boca – não concordo com essa teoria moderna). Dizemos mutuamente “amo-te” ele diz-me  “ gosto de ti até ao céu” .
 
Explosão de felicidade….
 
Sou completamente apologista da teoria que colhemos mais tarde aquilo que plantamos hoje. Sinto que estes momentos são o melhor investimento que faço na vida.
O RUCA no seu lado afectivo, colherá para sempre estes frutos, tão sumarentos e doces.    
Eu ficarei com laços eternos e fortíssimos com o meu filho…
 
Tenho medo, muito, da desligação, do afastamento, não do físico, mas do afectivo. Vivo essa experiência com os meus pais. Existe algum afastamento físico, mas não é esse que me entristece…mas o afectivo, esse, ficou lá onde nunca foi cultivado…
 
Tenho consciência de duas influências fortes, que são a causa desta minha forma de pensar.
 
Uma “lenda” que ouvi um dia, não há muito tempo e era mais ou menos assim:
 
O pai e o filho subiam cansados a montanha, a certa altura o filho grita “estou cansado”. Ouve uma voz (o eco) “estou cansado”. Sem saber quem era e muito admirado por alguém naquele sito lhe responder, continua “o que é que queres”  e ouve novamente “o que é que queres” . Continua “estás a gozar comigo” e ouve “estás a gozar comigo”…”não gosto de ti” e ouve “não gosto de ti” .
O pai ao ver o filho irritado diz alto “adoro-te” e ouve-se “adoro-te”, o pai continua “és lindo” e ouve-se “és lindo”.
O filho pergunta - “pai porque é que a ti te respondem coisas boas?” e o pai diz “porque eu digo coisas boas”.
 
“Filho, a voz que ouves é a da vida que te devolve o que tu lhe dás. Se deres coisas boas ele devolve-te coisas boas.”
 
Quando ouvi esta lenda, senti aquele clic que nos faz despertar para um novo rumo. Todos temos estes  minutos, segundos que passam na nossa vida e nos mudam, é pena nem todas as pessoas se aperceberem deles e os deixarem ir…
 
Outra influência foi o livro “lavrar o mar “ do Daniel Sampaio. Neste livro ( e em todos dele – acho-o um pouco redundante nos livros) descreve como os afectos e todas as outras nossas atitudes são absorvidas pelos nossos filhos, nas idades dos 3 aos 10 e mais tarde são despejadas na adolescência. Pais incrédulos porque o seu filho adolescente se revolta contra eles, são esclarecidos quando se desmonta o dia a dia da infância dele. Falhas que não se aperceberam e que eram tão fáceis de remediar…simplesmente brincar, beijar, estar ali.
 
Não seja por isso, nem que me arraste de cansaço, como acontece tantas vezes, mas eu estou sempre aqui meu filhote.
 
E estes 15 minutos…são tão essenciais para nós, não é?
 
Amo-te.
   
sinto-me:
publicado por eueosmeus às 13:36
link do post | comentar | favorito
|
.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Agosto 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
30
31
.posts recentes

. novidades são

. 38

. 8 anos....meu principe

. 4 anos de princesa

. limpeza...

. 2012 - wellcome

. Varicela

. dois tempos....

. este é um assunto que sem...

. Quiquicola

.arquivos

. Agosto 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Janeiro 2011

. Outubro 2010

. Julho 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Junho 2008

. Março 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

.links
.Tá aí alguém?
online
blogs SAPO
.subscrever feeds